website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024

Geral

Salve a corrupção Municipal

Combater o inimigo, começa na sua cidade

Hatsue Kajihara
Por Hatsue Kajihara
Salve a corrupção Municipal
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

José Maria Ferreira, 40 processos na Justiça, 14 condenações e "FICHA LIMPA"!

Abençoada canalhice, preciosa para quem a pratica, mais preciosa ainda para os que dela se servem como assunto invariável; há quem não compreenda que um ato administrativo seja isento de lucro pessoal. (RAMOS, Graciliano)

Publicidade

Leia Também:

Um assunto que tem me ocupado ultimamente é a corrupção em prefeituras municipais. É impressionante como a gente se movimenta pelas corrupções macros e esquecemos das micros: é por isso que não raro vemos prefeitos sendo condenados por vários crimes e o povo da cidade se juntando para criticar o governo federal.

O lamentável é que existe um padrão da corrupção em prefeituras, onde o prefeito, ao invés de trabalhar exclusivamente para o melhoramento da cidade, tão somente favorece aqueles que colaboraram com suas campanhas ou para privilegiar alguns comerciantes “amigos” em detrimento de outros. Assim, boa parte do orçamento do município é orientada em proveito do restrito grupo que assume o poder e passa a se beneficiar dos recursos públicos da cidade.

E a coisa pode ficar pior: esses prefeitos conseguem sempre amplo apoio de muitos no município que, a despeito de todas as denúncias e condenações, ainda aprovam o retorno ou permanência do político larápio.

Eu estou com vários municípios aqui em mente que poderia citar como exemplo, mas lhes apresento um daqui.

Nesse município existe um ex-prefeito chamado José Maria Ferreira, conhecido por Zé Maria. Pois bem, você digita esse nome no Google e toma um susto:

Tem denúncia e condenação pra tudo o que é gosto: Mas e aí? Ele tá fora da vida pública?

Não...foi reeleito pelo povo com maioria de votos pelo quarto mandato. É o prefeito que mais responde por improbidade na história do município, para não dizer, o mais denunciado por atos de corrupção que já passou por estas bandas. São quarenta processos, quatorze condenações...mas para a Justiça Eleitoral...é FICHA LIMPA! Será que ser corrupto é uma doença? Se algum psicólogo for bem pago, é capaz de atestar que sim! Para seu cliente não ir para cadeia, vale tudo, advogado do diabo e psicólogo igualmente corrupto. A lista de processos é grande, sem falar nas lambanças que andou aprontando na capital, fazendo parte do esquema dos gafanhotos, quando não deitando e rolando no nepotismo empregando vários parentes. E digo pra vocês: dizem na cidade que é um nome bastante forte e protegido.  As condenações locais, são revertidas na capital...e tudo acaba em pizza!

O entendimento em segunda instância deve ser regrado por outra legislação fora de nossa realidade. O que faz uma sociedade, em pleno século XXI, cheia de informações à disposição, eleger gente assim? Penso que isso seja culpa tão somente de uma chamada Cultura da Improbidade. Cultura essa que, fomentada por anos e anos, sempre retratou a imagem do nosso povo brasileiro: dormindo, tão distraído, sem perceber que era subtraído em tenebrosas transações - como cantava Chico Buarque.

É triste! Eu aposto que você que está me lendo tem uma história de algum prefeito corrupto aí na sua cidade. Pode contar nos comentários?

O Brasil precisa conhecer essas histórias tenebrosas em suas prefeituras! Por fim: para que o Estado Democrático de Direito sobreviva, é urgente que a moralidade e a probidade administrativa sejam impostas e os atos que atentem contra a boa Administração Pública sejam extirpados de nosso meio, excluindo, em definitivo, os gestores inabilitados moral e eticamente para o exercício das funções públicas.

Comentários:
Hatsue Kajihara

Publicado por:

Hatsue Kajihara

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!