website page view counter

Folha Regional Online

Quarta-feira, 29 de Maio de 2024
laboratório
laboratório

Local

Sem fiscalização, trabalhador corta blocos de "paver" sem nenhum equipamento de segurança

Nem luvas, nem óculos de proteção adequado e sequer máscara para evitar que tenha os pulmões comprometido

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Sem fiscalização, trabalhador corta blocos de
Ely Damasceno/Folha Portal
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

   O excesso de poeira e a falta de proteção adequada, bem como de fiscalização é patente na obra de revitalização da área central de Ibiporã onde constantemente são flagrados trabalhadores sem as mínimas condições de segurança do trabalho respeitadas.  Estes trabalhadores podem estar sujeitos a sérios riscos com danos à saúde que podem ser irreversíveis.

   Na tarde de ontem mais um trabalhador foi flagrado cortando paver sem luva, sem óculos de proteção adequado e o mais grave, sem máscara. Excesso de poeira é um risco para a saúde de todos nós, agora imagine a quantidade de pequenas partículas sólidas que são liberadas no corte desses pavers produzidas a partir do atrito, impacto, cortes, entre outras atividades nesta obra.  Onde está o engenheiro ou  técnico de segurança do trabalho desta empreiteira que está executando a obra?  Se inaladas, essas partículas podem agredir, ao longo do tempo, o aparelho respiratório, contribuindo para o desenvolvimento de doenças e até a morte deste trabalhador.

    A poeira do "paver" é categorizada como mineral, alcalina, vegetal e metálica. Mas ao que parece, não há preocupação com o bem estar deste trabalhador e sequer o risco que involuntariamente pode estar correndo. Da forma que trabalha, sequer da a entender que não compreende o quanto danoso ao organismo é o efeito desta poeira. Sem falar que as partículas durante o corte podem lhe atingir a vista. O médico do trabalho, Dr. Giovanni Sperotto alerta que este tipo de trabalho sem o devido EPI - Equipamento de Proteção Individual pode desencadear doenças no sistema respiratório, no tecido epitelial e até mesmo problemas oculares. A poeira branca, por exemplo, naturalmente encontrada em certos tipos de pedra, areia e argila, possui uma substância chamada sílica, que é nociva à saúde das pessoas.

Publicidade

Leia Também:

Dr. Sperotto dá exemplo de algumas doenças que podem ser causadas pelo excesso de poeira e que podem ser nocivas à saúde do trabalhador:

  • SILICOSE – doença pulmonar causada pela inalação, em grandes ou pequenas quantidades, de pó de sílica. Ela surge a partir de inflamações no pulmão, que podem desenvolver no paciente uma tuberculose;
  • PNEUMOCONIOSE – doença que se desenvolve a partir da inalação de poeira, causando danos variados ao sistema respiratório. Falta de ar, tosses secas e pontas dos dedos inchadas são os principais sintomas da doença. Além disso, a pneumoconiose aumenta significativamente as chances de desenvolvimento do câncer pulmonar;
  • DERMATITES – reação alérgica de pele que ocorre por causa do contato direto com uma substância irritante, como por exemplo, vapores orgânicos desprendidos das tintas e solventes. Seus principais sintomas são coceira e formação de bolhas ou manchas.

    No início, esse contato com a poeira pode provocar leve irritação nos olhos, nariz e garganta, mas com o tempo, os sintomas podem se agravar e levar a problemas mais sérios.  Para evitar todos esses problemas, o uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) é fundamental, garantindo o bem-estar e os cuidados com a saúde do trabalhador e aconselha: _Certifique-se de que os equipamentos estejam em perfeitas condições de uso, higienizados e dentro do prazo de validade, para sua máxima eficácia e proteção. E lembre-se: apresentando qualquer problema, substitua-os imediatamente.  Utilize as máscaras respiratórias também conhecidas como Respiradores, para evitar a inalação de poeira e produtos químicos em geral. Existem diversos modelos e é obrigação da empresa que contrata o trabalhador fornecer estes equipamentos, sob pena de receber uma multa do Ministério do Trabalho.

 

 

FONTE/CRÉDITOS: Ely Damasceno/Folha Portal
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!