Folha Regional On line

Notícias AGRONEGÓCIOS

Queda de avião em Piracicaba mata acionista do Grupo Cosan, mulher e três filhos

Aeronave caiu em área de parque universitário e Corpo de Bombeiros atuou no resgate, mas não houve sobreviventes.

Queda de avião em Piracicaba mata acionista do Grupo Cosan, mulher e três filhos
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

 

     Empresário do ramo sucroalcooleiro e familiares perderam a vida esta manhã num acidente aéreo há cerca de dois quilômetros da cabeceira da pista do aeroporto de Piracicaba-SP.  A aeronave seria o B200GT, avião fabricado em 2019 que pertencia a CSM Agropecuária. De acordo com informações da ANAC, a aeronave pertencia a empresa  de Celso Silveira Mello Filho, irmão de Rubens Ometto. O avião caiu próximo à Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), no bairro Santa Rosa, explodiu e provocou um incêndio na área do parque universitário. O Corpo de Bombeiros mobilizou seis viaturas para fazer o resgate, mas não houve sobreviventes. Sete pessoas que estavam a bordo morreram carbonizados na queda entre familiares do empresário, além do piloto e cô-piloto. Um vídeo gravado por populares mostrou a decolagem da aeronave seguido da queda e explosão. Segundo a corporação, a aeronave caiu por volta das 9h,  logo depois de decolar com destino ao Pará.

      A Cosan, empresa que tem Celso Silveira Mello Filho como acionista, confirmou que o empresário, a esposa e três filhos estavam a bordo do avião. “Com enorme pesar, a Cosan informa que o empresário Celso Silveira Mello Filho, 73 anos,  estava com a família na aeronave King Air 360 que caiu hoje, às 10h, em Piracicaba, causando a morte de todos os ocupantes. Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. Também estavam no avião a esposa de Celso, Maria Luiza Meneghel, 71 seus três filhos, Celso Meneghel Silveira Mello, 46 anos, Fernando Meneghel Silveira Mello, 46 e Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, 48 anos, o piloto Celso Elias Carloni, 39 anos e o copiloto Giovani Gulo, 24 anos”, diz a nota. 

      O prefeito de Piracicaba, Luciano Almeida (DEM), informou que está acompanhando o trabalho das equipes de emergência e prestou solidariedade a família das vítimas. "Lamento profundamente e presto minha solidariedade aos familiares e amigos das vítimas do acidente aéreo", disse por meio de uma rede social.

     O grupo Cosan atua nos setores de agronegócio, distribuição de combustíveis e de gás natural e de lubrificantes e logística, com empresas como Raízen, Comgas, Moove e Rumo e marcas como Shell. Com origem no setor sucroenergético, ao longo de sua trajetória, iniciada em 1936, a companhia diversificou seu portfólio de negócios. É a maior fabricante de etanol e exportadora de cana-de-açúcar do mundo. Também é a maior operadora de ferrovia da América Latina e mantém a liderança na distribuição de gás natural e de combustíveis e lubrificantes no Brasil. A Cosan deu grande contribuição a sociedade com doação de álcool em gel em nossa região no início da pandemia do Covid-19 no ano passado.  Segundo informações preliminares, as vítimas teriam parentes em Jacarezinho, Maringá e Londrina.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!