Folha Regional On line

Notícias CURIOSIDADES

CMA aprova proibição de piercings e tatuagens em cães e gatos

Essas práticas trazem sofrimento aos animais e não são reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

CMA aprova proibição de piercings e tatuagens em cães e gatos
Getty Images/iStockphoto/direitos reservados
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

    Tatuagens e piercings em cães e gatos devem ser proibidos de acordo com projeto aprovado pela Comissão de Meio Ambiente do Senado. O relator, senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, ressaltou que os efeitos colaterais dessas práticas nos animais podem ser diversos. Izalci   -    Além de provocar dor as tatuagens expõem os animais a diversas complicações desde o risco inerente aos procedimentos de sedação, reações alérgicas a tinta e ao material utilizado na tatuagem, dermatites, infecções, cicatrizes, queimaduras, irritações crônicas e em alguns casos até necrose da pele.

Nenhum desses procedimentos é amparado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Ao contrário, o órgão considera intervenções cirúrgicas para fins estéticos mutilações e maus tratos praticados contra os animais. De acordo com o projeto, quem fizer tatuagens ou colocar piercings em cães ou gatos poderá ser enquadrado na lei de crimes ambientais e, além de multa, ter uma pena de detenção entre três meses e um ano. A proposta será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça. 

FONTE/CRÉDITOS: Da Rádio Senado, Rodrigo Resende.
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )