Folha Regional On line

Notícias ENTRETENIMENTO

Choperia Artesanal de auto serviço é atração internacional em Londrina

Local lembra os Pubs ingleses e americanos com excelentes bebidas, comida e Rock and roll

Choperia Artesanal de auto serviço é atração internacional em Londrina
Folha Portal/Ely Damasceno
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

     

Caros leitores e eleitores caros. Vocês que me acompanham aqui nos últimos 25 anos, depois de ter passado uma temporada fora do país estudando, tive o privilégio nos anos 80s de trabalhar como cozinheiro de um pub mais antigo da América do Norte, em Charleston, MA, USA, chamado Warren Tavern, fundado em 1780 logo após a batalha de Bunker Hill em 1775, quando os ingleses deixaram a cidade em ruínas.

     E se os americanos tem uma coisa em comum com o europeu, certamente está em apreciar uma boa bebida. Neste local, havia uma adega no porão, que guardava não só vinhos espetaculares, como também ali se produziu a primeira cerveja artesanal da américa que hoje é conhecida mundialmente, criada por Samuel Adams. Hoje popularmente conhecida como Budweiser.
     Mas porque estou relembrando isso? Venho de uma família com descendência espanhola que na primeira guerra, os antepassados vieram refugiados da capital da Síria. Acabaram fugindo de Damasco para a Europa vindo a refugiar-se na Espanha na região de Málaga, onde passaram a ser chamados de "Damascenos". Daí a origem do novo sobrenome para não serem perseguidos na Europa.
       De tradição os espanhóis, assim como os italianos que acabaram se misturando com a família são amantes de bebida artesanal, o que levou meu finado pai a aventurar-se em produzir cerveja artesanal.
      E esta é uma aventura cultural e curiosa que é cultivada em muitas famílias até hoje, e mesmo quem não produz, mas aprecia por hobbie ou como negócio, comercializa estas iguarias líquidas apreciadas por muita gente.  
     Aqui em Londrina, bem pertinho de casa, conheci uma família esta semana que montou um negócio cujo ambiente, simples e aconchegante, mas boas bebidas artesanais e petiscos deliciosos, levou-me ao passado, não só pela bebida, mas pela delicia do rock and roll que toca no som ambiente.
      O velho rock and roll, mistura-se com a modernidade do investimento num negócio que francamente, só tinha conhecimento que havia em grandes casas como o Hard Rock Café, de Fortaleza, e recentemente na Ilha da represa Capivara em Sertaneja além de Pubs famosos na Inglaterra, Alemanha e Dinamarca e vai por aí.
      Fiquei surpreso ao saber que já há algum tempo ocorreu a sua inauguração, e conhecer a “casa” foi quase que por acaso após sair de uma reunião cuja pauta não foi politicamente agradável. Mas são ossos do jornalismo.


      Desta forma, cheguei ao Aerochopp, atraído pela curiosidade do nome e também pelo clima que a decoração nos remete, ou seja aos velhos Pubs ingleses ou americanos, como me fez recordar.  O patriarca da família Sitta, me recebeu ainda na entrada, convidando-me a “conhecer a casa” e como ela funciona.  Logo percebi que o local é excelente no que se propõe! A primeira vista, pode parecer pequeno mas é adequado e aconchegante. Um ar fresco que se contrasta com o calor humano que fui recebido e me senti em casa. 
    O proprietário Silmar Sitta, de pronto apresentou o filho Leonardo e a esposa Francielli que juntos tocam o negócio. O ambiente “dark” e o som do Rock and Roll clássico já deu o tom do propósito. É uma casa para quem tem “bom gosto”, com decoração típica de Pub! 

Este é o Aerochopp Tap House
     Comecei a explorar a novidade. O nome “Tap House” é uma expressão inglesa que significa ao pé da letra, “casa da torneira”, dado ao fato que todo o sistema funciona com uma delas. Torneiras de autoatendimento de chope como um diferencial para entregar experiência para o público. É a primeira unidade de autoatendimento de chopp artesanal que vejo na cidade.
     A tecnologia é espetacular. Os clientes fazem um cadastro prévio e adquirem um cartão pré-pago do Aerochopp e podem carregá-lo com o valor referente à quantidade ao volume de cerveja ou chopp que desejam comprar que não precisa ser consumida toda no mesmo dia, pois a recarga fica disponível para o comprador durante o período de 30 dias.
     O sistema evita desperdício e por consequência evita perdas financeiras, além de se tornar uma atração em si pela autonomia no controle da tecnologia que os clientes adquirem para o consumo de cerveja.

     Este sistemas de autosserviço de chopp têm se tornado uma tendência crescente entre bares e restaurantes em todo o mundo e sua adoção é praticamente novidade no Brasil, sendo uma solução interessante para bares que buscam aumentar suas vendas e adicionar uma experiência diferenciada aos clientes.
      O Aerochopp Tap Hause oferece uma extensa gama de vantagens e atrativos para um bar que vão desde a prevenção de aglomerações no balcão até a eliminação de desperdício que ocorrem no serviço de torneiras de chope comuns, entre muitas outras. Você entra, escolhe o que quer tomar, e volta para sua mesa. Não depende de espera por garçom, e consome o que deseja e quanto lhe convém.
Um agradável cardápio de tira gosto e porções fazem o complemento para agradar adultos e até crianças, pois trata-se de um ambiente estritamente familiar.

Como funciona o autosserviço de chopp?
      Os clientes recebem um cartão com tecnologia RFID que pode ser tanto pré-carregado com com um valor a ser gasto, quanto ser associado a um cartão de crédito para pagamento posteriormente. De posse deste cartão os consumidores estão livres para escolher qual opção de chope querem tomar e podem se auto servir com qualquer quantidade que é mostrada através de um display conectado à torneira.
     A cobrança ocorre por mililitro consumido graças a um módulo de aferição, que é responsável por liberar/fechar e medir o fluxo na linha de chopp, contabilizando assim todo líquido que chegou ao copo do cliente.

Benefícios do autosserviço de chopp
     Além de toda experiência tecnológica envolvida no autosserviço de chopp, que por si só já entretém o público, estes sistemas trazem uma série de atrativos. Em primeiro lugar, ele facilita o consumo do público uma vez que reduz o número de etapas associadas a chegada da cerveja no copo do consumidor, auxiliando na satisfação do cliente que não corre risco de demora na chegada da bebida. O cliente escolhe o copo ou caneca que deseja utilizar já esterilizada e conservada num freezer a menos dois graus o que garante manter a bebida gelada durante o consumo.
     Ele também elimina o desperdício de chopp, pois 20% em média do volume dos barris de cerveja não são cobrados devido a ineficiência de torneiras de chopp comuns que necessitam de sangria para acertar o serviço.
     O sistema de autosserviço possibilita remunerar pequenas provas da grande diversidade de cervejas artesanais existentes em bares, oferecendo a oportunidade para que clientes invistam em volumes maiores daquelas que mais agradaram ao seu gosto. Um chopp artesanal de excelente qualidade fabricado em Ibiporã, pode ser encontrado no happy hour à partir de R$ 9,90 o litro. Isto significa que com 10 reais é possível tomar três chopes de 300ml.

Autosserviço auxilia na adaptação ao novo normal
      Com a pandemia da covid-19, bares e restaurantes estão passando por um momento de necessidade de grande adaptações sendo muito recomendado a redução de interações com o público e de aglomerações. O sistema de autosserviço contribui nesta direção ao promover a redução do número de contatos necessários normalmente para se obter uma bebida num bar, que envolve normalmente receber um menu, interagir com o atendente e receber a bebida diversas vezes ao longo do período de consumo.
    Através da autonomia do autoatendimento de chopp, o próprio consumidor toma as mesmas decisões sem necessidade de interação e previne também a possibilidade de aglomeração no balcão uma vez que a Tap List desses sistemas podem ficar  expostas na televisão, ou nos displays acima de cada torneira com o tipo de bebida e seu custo por mililitro.

    O sistema ajuda também na adaptação de bares ao novo normal devido a otimização de espaço em virtude de seu layout organizado numa parede que ajuda de forma natural a dispersar o público pelo ambiente, que deve ser somada a uma rotina de higienização pela a equipe do estabelecimento.   Oferece também benefícios de redução de desperdício, o que contribui para melhoria do fluxo de caixa do negócio, ao mesmo tempo que agrega valor à experiência do cliente através de uma dinâmica atraente e mais ágil.
Para o consumidor final que assim como eu fiquei surpreso, nessa primeira vez, vale recomendar aquela costelinha de porco assada que degustei por cortesia da casa, em nome das boas vindas.
     Enquanto o filho administra os cadastros e a liberação dos cartões, a mãe comanda a cozinha enquanto Silmar Sitta se encarrega de ficar focado em receber e relacionar-se com os clientes, entender seus gostos e preferências enquanto na vitrola rola o mais puro rock and roll.
   A Aerochopp Tap House, fica na avenida Santos Dumont,1460, esquina com Rua Augusto Severo, em frente ao Hábib´s, no bairro Boa Vista. Fone: (43) 99182-2278.

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!