website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024
laboratório
laboratório

Local

Vereador rebate críticas sobre "diárias" questionada em grupo de WhatsApp e justifica viagem a Curitiba

Viagem a capital não se limitou apenas a busca de Kits esportivos, mas teve outros reflexos positivos como R$ 400 mil para a saúde

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Vereador rebate críticas sobre
Divulgação/ Vereador Augusto Semprebom e Deputado Tiago Amaral: parceria por Ibiporã
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

      Membro de um grupo de WhatsApp, cujo propósito está a serviço de "oposição" ao prefeito José Maria (mas não tem um candidato que decola, nem informação adequada que justifique a crítica), fez publicar na rede despesas de diárias de servidores da SERLA - Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, Luiz Henrique Gregui, André Rodrigues de Lima Edson Basso, bem como do gabinete do vereador Augusto Semprebom, referindo-se a sua pessoa e sua assessora Ana Paula Tamiozzo.

   A crítica considerou  despesas "desnecessárias" da comitiva, cerca de R$ 8 mil reais em comparativo com o valor da emenda de R$ 25 mil reais conquistadas através de kits de material esportivo para a secretaria. O interlocutor da crítica, expressa à despesa com diárias, referiu-se ao vereador e sua assessora alegando que bastava o motorista ter ido retirar o material. 

   A qual o vereador Augusto Semprebom, em tom de educação que lhe é peculiar, respondeu no grupo que a viagem não teve como objetivo único, receber os kits de material esportivo mas atender outras demandas. Ademais, deixou claro que as despesas provenientes de viagens são prerrogativas das pastas, cujas demandas são de poderes independentes.  Secretários viajam por conta do Poder Executivo, e vereadores e assessores pelo Poder Legislativo. Cada um na sua função e ambos com suas prestações de contas independentes.

Publicidade

Leia Também:

    Semprebom deixou claro que o motivo da viagem, exige que os responsáveis pelas pastas, ou indicação de emendas estejam presentes nas solenidades de entrega e, neste caso destacou também a importância da verba no valor de R$ 400 mil reais que também está trazendo para a saúde em Ibiporã.  Além disso, o material esportivo não limitou-se apenas o da emenda referida, mas o município foi contemplado também com parte dos R$ 50 milhões através do Proesporte (Programa de Fomento e Incentivo ao Esporte) para a seleção de projetos a serem executados em 2026 e 2027. Foram kits de bolas (4), redes de basquete, futebol, basquete e handbol.

    O vereador parabenizou ao governador Ratinho Junior e ao secretário estadual do Esporte, Helio Wirbiski, por esta ação tão importante ao esporte paranaense, atendendo solicitação de seu gabinete e municiando a secretaria de esportes com farto material para atender as demandas do esporte local.  "Os materiais conquistados atendem diferentes modalidades de esportes em Ibiporã mas o fator mais interessante de nossa viagem foi tomar conhecimento do novo edital do Proesporte que deve lançado no primeiro bimestre do ano que vem", observa Semprebom.

  O projeto instituído em 2013 pela Lei nº 17.742/13 e regulamentado em 2017, o Proesporte já destinou cerca de R$ 83 milhões a 577 projetos, selecionados nos cinco editais abertos desde 2018 e é coordenado pela Secretaria de Estado do Esporte (Sees), cujo programa é financiado pelo contribuinte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que pode destinar parte do valor devido para projetos na área.

   O recurso que em parte irá garantir a participação de atletas que representarão o Paraná nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris e que são bolsistas do programa Geração Olímpica e Paralímpica ainda passará pela avaliação da comissão organizadora e, após os trâmites legais, a previsão é que seja lançado no primeiro bimestre do ano que vem cujo montante foi o maior valor destinado pelo programa até então.   Na mesma solenidade, também foram entregues kits com materiais esportivos a 138 municípios paranaenses. A iniciativa é uma contrapartida do Estado às cidades que sediaram os Jogos Oficiais do Paraná ano passado entre elas, Ibiporã.

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!