website page view counter

Folha Regional Online

Quarta-feira, 29 de Maio de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Local

PF investiga se avião interceptado com cocaína é clonagem de aeronave usada para garimpo ilegal em terras Yanomami

Aeronave original teria sido destruída durante operação da PF e Ibama na terra indígena, em maio de 2023. Piloto fez pouso forçado em uma área rural de Santa Cruz do Rio Pardo

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
PF investiga se avião interceptado com cocaína é clonagem de aeronave usada para garimpo ilegal em terras Yanomami
Divulgação/Amanda Sanches/TV TEM/g1
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

    A Polícia Federal (PF) investiga a procedência da aeronave interceptada pela Força Aérea Brasileira (FAB) enquanto transportava 565,6 kg de cocaína nesta terça-feira (9). O piloto precisou fazer um pouso forçado em uma plantação de laranjas próxima ao distrito de Caporanga, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), onde foi preso.  De acordo com a corporação, o avião de pequeno porte, modelo CESNA-182, estava com a matrícula possivelmente clonada, sendo que a aeronave original teria sido destruída pela PF na terra indígena Yanomami, em maio de 2023. 

   De acordo com a PF, o garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami utiliza-se das aeronaves como principal forma de transporte de suprimentos, produtos e pessoas, por isso, são destruídas em operações contra extração irregular. Avião quebra ao meio e revela drogas em pouso forçado após no interior de SP Conforme apurado pela reportagem, o avião interceptado também está com o Certificado Aeronavegabilidade (CA) suspenso.

   O documento é emitido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e comprova que a aeronave cumpre os regulamentos da aviação brasileira. Contudo, o piloto da aeronave, de 30 anos, é habilitado para o tipo de condução desde 2021. Aeronave foi localizada em uma área rural de Santa Cruz do Rio Pardo.

Publicidade

Leia Também:

Tráfico internacional de drogas

    De acordo com a FAB, a corporação identificou a aeronave suspeita na fronteira do Paraguai com o Brasil, na região do Mato Grosso do Sul, e deslocou as aeronaves A-29 Super Tucano e o avião radar E-99 da FAB para apoio à ocorrência. Ao ingressar no espaço aéreo brasileiro, sem plano de voo, o avião passou a ser monitorado pelo Comando de Operações Aeroespaciais (Comae) e pela PF, que utilizou o helicóptero da corporação.

   A FAB determinou o pouso obrigatório da aeronave, em Londrina porém o piloto tento empreender fuga. Iniciou-se uma perseguição aérea e os dois aviões passaram por sobre Ibiporã em direção a Ourinhos SP.   Carga com drogas foi apreendida e a ocorrência será apresentada na PF de Marília. Segundo a FAB, os pilotos de defesa seguiram o protocolo das medidas de policiamento do espaço aéreo brasileiro, interrogando o piloto que transportava a droga, mas não obtiveram resposta.

   A FAB divulgou o áudio da comunicação com a aeronave com o pedido de pouso no aeroporto de Londrina. Com a falta de respostas, a aeronave foi interceptada pela FAB ainda em solo paranaense, e o piloto fez um pouso forçado para tentar fugir por terra já no interior do estado de SP, em uma plantação de laranja próxima ao distrito de Caporanga, em Santa Cruz do Rio Pardo, por volta das 11h10.

   Com o pouso forçado, o avião de pequeno porte partiu ao meio e parte da carga, aproximadamente meia tonelada de pasta base de cocaína, ficou exposta pelo laranjal. O suspeito ainda tentou fugir pela mata, mas foi localizado pelo helicóptero da PF que acompanhava a ocorrência e preso em flagrante por tráfico internacional de drogas.  Equipes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros também foram acionadas para atender a ocorrência. O local foi isolado pela Polícia Militar para o trabalho da perícia. A ocorrência foi apresentada na sede da PF em Marília. 

FONTE/CRÉDITOS: Polícia Federal/FAB/g1
Comentários:
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!