website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024
laboratório
laboratório

Curiosidades

Mecânica Pimenta Multimarcas, desfila mais uma joia restaurada pelas ruas de Ibiporã

Desta vez, a atração da tarde foi um estiloso Ford Modelo A, produzido em 1929

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Mecânica Pimenta Multimarcas, desfila mais uma joia restaurada pelas ruas de Ibiporã
Folha Portal/Ely Damasceno
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

    Fazer a restauração de carros antigos é desafiador além de um serviço duro que só encara mesmo quem é realmente apaixonado pelo que faz. Em Ibiporã, quem nunca ouviu falar na "Oficina do Pimenta", alí na rua Osvaldo Cruz, quase na esquina da avenida Santos Dumont.  Não é raro a gente passar em frente e se deparar com verdadeiras joias sobre quatro rodas, totalmente desmontados e por vezes irreconhecíveis no estado em que chegam. E alguns meses depois, a joia restaurada como se saísse da produção, é visto desfilando pela cidade.

    Este é o trabalho do "Pimenta", em sua oficina multimarcas que ée um dos poucos restauradores de veículos antigos na região. É mais que um serviço de mecânica e funilaria. É uma obra de arte, como a gente só vê nas séries de TV americana sobre restauração de veículos. Os amantes de carros antigos possuem o sonho de fazer uma boa restauração, e nem sempre encontram profissionais gabaritados para este tipo de serviço e as vezes esse sonho não sai do papel por conta da falta de encontrar um profissional com conhecimento sobre o assunto, sobre o custo que envolve esse processo e o tempo em que é feito. Mas na "Oficina do Pimenta", o caminho das pedras já é conhecido e reconhecido pelas dezenas de restauração que já passaram por sua mão ao longo dos anos.

   Sempre concentrado no trabalho e de pouca conversa, Pimenta toca a oficina dividindo o trabalho de rotina, com as relíquias a qual gosta de empreender seu tempo.  Na tarde de ontem nos deparamos com mais um destes veículos restaurados por ele desfilando pelas ruas de Ibiporã no chamado "test-drive" pós conclusão. Não tem como não chamar a atenção. 

Publicidade

Leia Também:

    O estiloso modelo Ford A 1929 com seus imponentes pneus de faixa branca e capota de vinil, chamava a atenção por onde passava. O veículo desperta muita curiosidade, especialmente nos mais jovens que pouco ou nada conhecem sobre carros antigos. Este carrinho simpático começou a ser produzido entre 1928 e 1931, sendo o segundo carro de sucesso da montadora norte-americana, sucedendo o lendário modelo T, que tinha sido produzido por 18 anos e marcou a popularização do automóvel nos EUA e no mundo. É importante ressaltar que a Ford produziu outro modelo A, entre 1903 e 1904, mas o modelo A, tradicional produzido é este 1929 que acaba de sair da restauração. Uma das inovações do Modelo A em relação ao modelo T são as cores originais. Ele foi produzido em quatro cores diferentes, e não apenas em preto - como o modelo T. Este que desfilava pelas ruas, é bege com detalhes cromados e capota em preto.

     A curiosidade deste carrinho é que começou a ser produzido no final de 1927, sendo colocado à venda apenas em dezembro do mesmo ano. O sucesso foi tão grande que em 4 de fevereiro de 1929 já tinham sido vendidos um milhão de modelos A, e, seis meses depois, dois milhões.       Entre 1928 e 1931 foram produzidos 4.890.340 Ford Modelo A - um número impressionante até mesmo para os dias de hoje. Os preços do Ford Modelo A variavam de US$ 385 dólares para o modelo de entrada (roadster) à US$ 1.400 dólares, para o topo de linha Town Car. Hoje para os colecionadores, este carro não tem preço. É uma joia.

    O motor do Fordinho 29, como é carinhosamente chamado é de 4 cilindros, 3.3L refrigerado a água, que produz 40 HP. A velocidade máxima pode chegar a 105 Km/h e o consumo variava entre 8Km/l em ciclo urbano a 12 km/l em rodovias. O sistema de transmissão é manual com três marchas não sincronizadas, e o sistema de freios é de tambor nas quatro rodas. As edições de 1930 e 1931 vieram com capota, radiador e carcaças de farol confeccionadas em aço inoxidável. O Ford Modelo A mede 4,191 metros de comprimento, 1,702 m de largura, 2,629 metros de distância entre-eixos e pesada 1.027 Kg.

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!