website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024

Local

Hoje tem inauguração: "É o poder sem pudor!"

Célebre frase do jornalista e escritor Claudio Humberto, nunca foi tão atual

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Hoje tem inauguração:
Ilustração/net:Enio!
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

    Como já dizia o célebre autor da frase que dá título a esta coluna, jornalista e escritor Claudio Humberto, uma verdade expressa em quatro palavras nunca foi tão atual.  E cabe a pergunta: Há pudor no poder?

***
A impressão que se tem é que alguns políticos fazem um esforço incomum para deixar transparecer, que valem menos que um fósforo queimado, um gás expelido que seja, e que deveria fazer qualquer coisa na vida, menos tentar ser político.

***
Para alguns não basta grafar no seu histórico, em dezenas de processos na Justiça já para outros se assumir canalha, vigarista, usurpa­dor, oportunista e mais bandido que os piores bandidos que circulam por ai, parece não incomodar. São o chamados “caras de pau” ou conhecidos frutos do “poder sem pudor”.

Publicidade

Leia Também:

***

E nós eleitores e pobre mortais, ficamos com a sensação de que homens de bem precisam manter distância do mundo sujo da politicagem, porque nela está a falta de atitudes, insinceridades, ações malévolas e alto índice de cretinice expostas sem nenhuma preocupação na condução de seus mandatos. Do mais alto escalão até a ralé... onde se acomodam por votos, analfabetos eleitos sem a mínima condição de legislar.

***

Se prestam ao cabresto do executivo, são manipulados por vagos argumentos e pagam pela mediocridade de sua ignorância. Uma situação que requer da Justiça Eleitoral uma mudança drástica no processo eleitoral onde os candidatos no mínimo, tenham curso superior. Ninguém poderá alegar que foi induzido a má conduta política por ignorância ou inocência. Cabresto foi feito para condução de burros.

***

Se colocarmos na ponta do lápis, um país cujos maus políticos não tivessem o habeas corpus movido pelo tráfico de influência, não haveria cadeia suficiente para se prender todos os que merecem estar atrás das grades e que estão nas assembleias, congressos, câmaras e aquecendo cadeiras no poder executivo tomando literalmente de assalto o município, o estado e o país.

***

Dá nojo quando a classe política se manifesta através de mentiras para ludibriar o cidadão que muitas vezes finge interpretar que o mal desta nação não são eles, para justificar políticas públicas mal sucedidas provo­cadas pela sua incompetência e vocação para o desmando e o roubo.

***

Vergonhoso conviver com políticos inescrupu­losos e cidadãos que os rodeiam mais inescrupulo­sos ainda, desejosos de boquinhas através de cargos em comissão, concursos fraudados, licitações combinadas, empregos fantasmas e toda ordem de ações vergonhosas inconcebíveis que ocorrem todos os dias em todo país.

***

A imoralidade no mundo político é reconhecida pela maioria de forma que dificilmente alguém que verdadeiramente tenha caráter e preocupação com seu nome se coloca a disposição para disputar eleições, e no universo que se dispõe a fazê-lo a maioria, se eleita, se corrompe.

***

Se vendem por um cargo para familiar, para quitação da dívida de carro, para uma rachadinha em licitação, para ser fornecedor do município com empresa em nome de laranja, e vai por aí... O Brasil está cheio de exemplos!

***
Parece que se conformam com a canalhice e assumem o discurso que se não for desta maneira não conseguem fazer, acentuando a ideia de que o que existe na política são apenas ações corruptas e que fora delas nada acontece e justificam afirmando que sempre foi assim e sempre será.

***

E há sempre um guarda costas em instâncias superiores que se prestam de faxineiro. É bandido protegendo bandido. E num piscar de olhos o ficha suja, está limpo e as contas por hora reprovadas, são acomodadas com ressalvas.  É a chamada lavanderia...

***

Muitos já ouviram ou ouvirão esta fala, muitos sabem que infelizmente política é isto e se conformam que seja assim, embora não seja o ideal para a construção de uma nação de verdade.  Há, no universo de milhares de bandidos engravatados que fazem política, as raras exceções, que a medida que o combate a corrupção, as investigações e prisões se ampliam, ao invés de aumentar, parece que infelizmente diminuem.

***

E cada vez mais, menos cidadãos de bem querem estar nesta frequência de fornecerem seus nomes para participar da disputa eleitoral porque desconfiam que se eleitos, enfrentarão uma disputa violenta com os milhares de ratos encastelados no poder que se unirão para manter privilégios, falcatruas, assaltos aos cofres públicos e mamatas aos conhecidos, amigos, familiares.

***

E a grande discussão aqui, é que dentro de alguns meses, estarão aí de novo...pedindo seu voto. Os mesmos que votam contra benfeitorias no seu município por politicagem e depois vão lá, na maior cara de pau subir no palanque de inauguração de uma obra que não foi fruto se sua iniciativa. 

***

E, sem nenhum pudor ainda posta convites em suas redes sociais. Mas quando por ocasião de viabilizar a obra, votou e fez campanha contra. Isto chama-se falta de vergonha na cara! É o poder sem pudor, a que o jornalista pai da frase resumiu a falta de caráter de alguns.

***

 Caro eleitor. Pelo andar da carruagem, já há indicação de que as chances de renovação política em nosso município caminha a passos largos. Hora de pensar em mudança, salvo raras exceções. Não queremos mais do mesmo já aponta a opinião pública.  

***
Que no próximo pleito, tenhamos cidadãos de bem na disputa, elegendo pessoas de brio e vergonha na cara. Caso contrário, os que nada valem, os aproveitadores de plantão (que fazem da causa palanque para o poder) bem como os larápios que se beneficiam com acordos de bastidores vão se revezando no poder. Depois não adianta reclamar porque seu bairro está em estado de abandono!

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!