website page view counter

Folha Regional Online

Terça-feira, 16 de Abril de 2024
laboratório
laboratório

Local

Futuro de Ibiporã, é uma ameaça aos valores do cristianismo e aos princípios bíblicos

Inadmissível que "pastores" com o mínimo de "conhecimento bíblico" apoiem candidato aliado ao PT, Partido das Trevas

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Futuro de Ibiporã, é uma ameaça aos valores do cristianismo e aos princípios bíblicos
Arquivo.net
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

    Desde a vergonha nacional protagonizada pelo presidente Lula na semana passada, quando deliberadamente declarou-se anti-semita numa comparação absurda, sem medida e irremediável a nível mundial, infelizmente estamos vendo desde este episódio a influência sórdida no meio evangélico.  É um dado triste, se consideramos que mais de 60% de lideranças não possuem curso superior e sequer sabem o que é Teologia.

    Lula consegui após um ano inteiro com arrogâncias e declarações cretinas, jogar o Brasil na sarjeta, e os incautos aplaudindo. Chegamos ao ápice da degeneração moral para ao resto do mundo em 500 anos de história do Brasil. O país marcha contra a raiz da democracia Cristã e este perigo, está aqui mesmo, diante de nossos olhos incrédulos, que só não enxerga, quem não quer.

   Há muito tempo, a esquerda e o Partido dos Trabalhadores alimentam uma relação hostil com cristãos, especialmente do segmento evangélico, devido a suas posições totalmente antagônicas. Esse conflito não é por acaso, mas, sim, decorrente da impossibilidade de convergência do pensamento esquerdista com os valores da fé cristã. O que hoje, já percebemos que para alguns, de olho na teta, perderam o valor. Já disse um milhão de vezes aqui e repito o que escreveu Mateus (6:24), Não se pode servir a dois senhores... porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro.

Publicidade

Leia Também:

   Poucos me conhecem, e se tem uma coisa que me aborrece, é ver "pseudos cristãos" abraçar o capeta com o subterfúgio de fazer a diferença.  Ou por uma nomeação de si próprio ou na impossibilidade, de alguém bem próximo.   E coloca o cabresto na igreja para marchar não para o céu, mas fazer crescer a população do inferno. E arregimenta os demais, agregando mais ovelhas ao matadouro como escreveu o apóstolo Paulo em sua carta aos Romanos.

  Senão vejamos: De um lado, no entendimento Cristão, a defesa do direito à vida; e a valorização da família e da continuação da espécie humana. Do outro, na esquerda dos "parças" do prefeito José Maria, a guerra pela liberação do aborto o incentivo a relacionamentos não tradicionais, ao declínio da ordem e da moralidade, com a sexualização precoce de crianças, por exemplo.  Como pode um grupo de homens que se dizem honrados e cristãos, se aliarem a uma ideologia destas?  Alguém me explique porque o tico e teco, não consegue processar.

    Entendo que como principal partido de esquerda do Brasil, é natural que o PT lidere a organização de ataques e perseguição a quem devota sua vida à religiosidade. Embora tente esconder seu discurso radical, a ação de seus integrantes, ao longo dos anos, expõe o ódio contido e enraizado no interior deste partido político contra religiosos.  Não por acaso, no início de fevereiro deste ano, um vereador do Partido dos Trabalhadores comandou uma invasão à Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em Curitiba. A intimidação às famílias, às crianças e ao próprio padre foram notícia em todo o país.   As imagens são revoltantes e repugnantes! Certamente um dos episódios de maior intolerância religiosa já ocorrido no Brasil, antes do Lula fazer a cagada contra a comunidade Judaica.

    Mas verdade seja dita, seja por meio de atos de violência física ou pela tentativa de destruição de valores, não é de hoje que o PT investe contra os cristãos e aqui em nossa cidade, desde a chegada dos "amigos de Ibiporã", leia os ex-presidiários Paulo Bernardo e André Vargas, somados a demais personagens da banda podre do partido, lideranças religiosas tem se iludido com manjares do Rei. Falta-lhes a sabedoria do profeta Daniel, que optou por não se contaminar com a comida e a bebida oferecida pelo rei. Falta-lhes visão espiritual para contemplar o que esta por vir em nosso país. Ibiporã é apenas uma célula para dar sustentação a este processo insano da esquerda.

    Quando chegou ao poder, o PT impôs sua agenda. Em 2004, criou o programa “Brasil sem Homofobia”, dando início à imposição de um pensamento ideológico de uma minoria sobre uma maioria cristã existente no país.  Hoje somos mais de 90 milhões de evangélicos. Foi a partir deste programa que nasceu o projeto “Escola sem Homofobia”, em que educadores passariam a “ensinar” às crianças em sala de aula questões relacionadas ao gênero e à sexualidade. Conhecido como “Kit gay”, a cartilha trazia incentivos à homossexualidade e à sexualização precoce de crianças, transformando escolas que sempre foram ambientes de aprendizagem, convívio social e confraternização familiar em locais de doutrinação ideológica da chamada “pauta gay”.   

    Senhores pastores, vão vendo como é a coisa: Um dos materiais audiovisuais trazia a seguinte descrição: “Leonardo conversa com Rafael e, depois da despedida, fica refletindo sobre a atração sexual que sentiu pelo novo amigo que partia. Inicialmente sentiu-se confuso, porque também se sentia atraído por mulheres, mas ficou aliviado quando começou a aceitar sua bissexualidade”.   Na época foram gastos aproximadamente R$ 2 milhões pelo Ministério da Educação para produção do “Kit gay”, que trazia também orientações sobre como debater em sala de aula questões de gênero, orientação sexual e a relação de poder entre homens e mulheres na sociedade atual: “o fato de o pênis penetrar a vagina não implica superioridade ou inferioridade dos participantes do ato sexual”, dizia o material elaborado pelo PT destinado aos nossos filhos. E teve coisa mais feia que não convém relatar aqui.

   Isso mesmo, este mesmo PT que alguns pastores sugerem estar prestes a abraçar e a poiar no próximo pleito. A coisa é tão camuflada que para enganar a população, um laranja sairá de candidato pelo Partido das Trevas, enquanto um demônio travestido de cristão apregoa sua balela, disfarçado de verde e amarelo. É o candidato melancia: verde amarelo por fora e vermelho por dentro. Mateus (24:24) já dizia que nos últimos dias, apareceriam falsos cristãos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios (leia-se empréstimos e obras); que enganariam até os escolhidos. É o cenário de hoje, fazendo uma analogia na política local.

    Foi também nos governos petistas que a pauta do aborto foi trazida à exaustão. Em 2009, o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) trazia quase que de forma inédita em toda a história do nosso país um incentivo expresso ao aborto.  Mais recentemente, em 2020, o PT comemorou a aprovação, na Argentina, da Lei pela Interrupção Voluntária da Gravidez (IVE na sigla em espanhol). Em nota no site do PT, os petistas chamaram de “madrugada histórica” a noite da votação da legalização do aborto no país vizinho. O que ocorreu na Argentina serve de exemplo para um futuro governo petista aqui no Brasil.

    Mas mesmo com todo esse histórico e tantas diferenças de pensamento com o mundo cristão, o PT está buscando uma “reaproximação” com lideranças religiosas, visando às eleições de 2024. E debaixo de nosso nariz. De acordo com uma deputada federal petista, “o Brasil evangélico tem crescido muito na área popular”, e o que antes era desprezado agora passa a ser alvo de cobiça dos petistas: o voto do eleitor evangélico. E digo a vocês irmãos cristãos católicos e evangélicos. Não caiam nesta cilada do inferno. 

     Para as eleições deste ano, o PT chegou a criar um núcleo evangélico. “É um front que nós consideramos extremamente importante, e temos estimulado muito o nosso pessoal, sobretudo nos estados, a fazer um contato com as igrejas”, afirmou Gilberto Carvalho, aquele mesmo ex-ministro comunista, que anos atrás falava em combater os evangélicos.

    Até onde vai o cinismo e o mau-caratismo dos simpatizantes de esquerda? Buscam o voto dos cristãos para, logo em seguida, perseguir esse público, usar da violência para invadir igrejas e templos religiosos e promover um sem número de aberrações contrárias aos valores da fé cristã.

O modelo que vem sendo aplicado em Ibiporã, lembra o filme, "O diabo veste Prada", onde uma liderança ditadora e agressiva atua sem nenhum pudor para conquistar os resultados de seu interesse.  Assim como acontece aqui, está valendo tudo para a busca de resultados na próxima eleição. Dizem que bateu o desespero com o efeito "Boca Aberta".  

   Líderes a nível nacional já admitem que uma das estratégias do discurso petista para dialogar com os fiéis de todo país será a moderação do tom de voz e o encobrimento de suas ideias, embora seus pensamentos contra a palavra de Deus permaneçam radicalizados no interior do partido. Ou seja, tentarão esconder suas bandeiras ideológicas em troca de uma promessa de “esperança” para o Brasil.  E aqui no nosso mundinho, é lamentável ver que pessoas esclarecidas (nem todas), ignoram o que está acontecendo, e deem as mãos para juntos abrir os portões do inferno.

    Assim sendo, cabe a todos nós fazer o alerta: “Cuidado com os falsos profetas. Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os conhecerão pelo que eles fazem. Os espinheiros não dão uvas, e os pés de urtiga não dão figos", (Mateus 7:15-16)”. Eis que o PT está as portas e bate. Se alguém ouvir a sua voz, não o deixe entrar, nem tome parte na ceia com ele.   Não por você, mas pelo seu voto, para depois impor uma agenda de imoralidades contrária à vontade da maioria de 80% da população cristã do Brasil. O marxismo, base de toda e qualquer ideologia esquerdista, tem por princípio filosófico o materialismo dialético que, antes de tudo, nega a existência de Deus. Como pode alguém que se diz Cristão, compactuar com estas ideologias?

    O espaço está aberto se alguém se sentir ofendido e quiser se manifestar! Como cristão, mantenho firme minha opinião e posição. Lugar de pastor é cuidar da igreja, é evangelizar e defender os princípios bíblicos. Qualquer coisa além disso, é interesse pessoal, que destoa totalmente da finalidade para o qual foi chamado. Se é que todos foram verdadeiramente "chamados". Entre os apóstolos a história nos revela que há sempre um Judas. Ele é milhões de vezes mais forte que você. Ele odeia você, seu casamento e sua família, a Igreja e Deus. Como alguém diz carregar uma espada trocar por um prato de lentilha? Como atravessar uma política governada pelo diabo sem uma espada nas mãos?

Aconselho estes pastores, com toda a humildade, que meditem no texto de Ezequiel, capítulo 34 ("Profecia contra pastores infiéis") até para que não alongue este texto.  E busque a direção de Deus para seus próximos passos. Há coisas que não há volta, como voto na urna, por exemplo.

 

 

 

 

 

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!