website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024

Local

"Fake-vídeo" sobre o serviço prestado na saúde, é um tiro no pé

Campanha paga com dinheiro público, recebeu "magros likes" apenas de servidores da administração

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Arquivo.net
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

      Não é segredo para ninguém que Ibiporã vem enfrentando problemas de nas áreas de infraestrutura, no trânsito e saneamento, com as constantes falta de água e tarifas estratosféricas. Não há manutenção dos espaços públicos, como os Centro de Convivências, não há projeto de habitação, e as políticas sociais e de educação, deixam a desejar.

   A prefeitura de Ibiporã, vive e respira apenas a "era do paver"... a fonte dos milhões.  Falar da Segurança Pública, é chover no molhado porque é alheio a administração e as forças de segurança fazem o que pode dentro de suas limitações, como é o caso absurdo que enfrenta a Policia Civil em todo estado. Já a saúde, merece um Oscar. Ao menos é o que a prefeitura deve estar tentando ganhar este ano, com a produção de um filme postado em suas redes sociais sobre "a maravilha da saúde".  Filme este, já chamado de "Fake-vídeo" porque está longe da realidade que a cidade vem oferecendo.  Não obstante os escândalos, com a conivência do Conselho Municipal de Saúde e da Câmara de vereadores que "joga contra a população", quando deveria ser ao contrário, agora o dinheiro público é usado para "maquiar a situação".

   Aliás, um serviço muito caro para uma produção primária que pode ser encontrado em similares no "faça você mesmo" em alguns softwares na internet, e de graça. Animações editáveis pré prontas que podem ser encontradas conforme o tema. Dinheiro jogado fora à parte, vamos a parte prática da coisa.  O segredo entre o prefeito e a secretária de saúde, está guardado sob sete chaves. Ninguém sabe porque a mulher é blindada que até a tropa de choque do prefeito no legislativo protege a moça.  Já está provado que a importante pasta da saúde, merece gente mais competente.  O prefeito já deu um primeiro passo, com mudanças na UPA.  Melhorou, mas a saúde não se resume só na UPA que atende toda a região. 

Publicidade

Leia Também:

   A UBSs, a começar pelo centro, precisam de manutenção. No Postão central, um bebedouro está meses sem funcionar.  Outras unidades apresentam problemas de infiltração quando chove, gambiarras no sistema de energia, sem falar nos agendamentos, quando pela falta dos médicos o cidadão não é avisado. Se desloca de casa até o posto, fica com cara de palhaço. Na fisioterapia, volta e meia acontece o mesmo.

    O tal vídeo, virou motivo de chacota nas redes sociais e alguns comentários da população foram retirados pelos administradores. Um tiro no pé, como se diz na gíria. Não vemos problemas na prefeitura divulgar a título de informação, orientação sobre o serviço desde que funcionasse. Mas não é isso que acontece na prática.  Depois do vexame, todos no núcleo de comunicação da prefeitura se escondem.  O povo é ruim de serviço mesmo. Nem para preservar a imagem do prefeito, servem.  Jogam dinheiro fora, para sujar mais ainda a já desgastada imagem desta administração, sobretudo na saúde.

   Falta boa vontade, sobretudo na reestruturação de um sistema de saúde melhor. O serviço atual é apenas paliativo, alguns setores funcionam, outros não. O termômetro é a insatisfação dos usuários mas isso não deve ser parâmetro para um prefeito que, pela bagagem de vivência no setor público deveria tirar de letra. Seus conchavos políticos, estão acima dos interesses da população que banca o sistema. Desafios que deveriam ser enfrentados com planejamento, otimismo, e esperança dão lugar ao caos, aos desmandos, ao protecionismo, e a miséria administrativa.  Na atual circunstância, qualquer louco que aparecer na mídia, pode oferecer ao cidadão Ibiporanense, coisa melhor do que está aí. A eleição é ano que vem!

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!