website page view counter

Folha Regional Online

Quinta-feira, 29 de Fevereiro de 2024
King Pizzaria & Choperia
King Pizzaria & Choperia

Local

Estruturas da Praça Diogo Moya é demolida para dar lugar a nova rotatória

Praça criada nos anos 60 para homenagear o aniversário de Ibiporã, dá lugar ao dinamismo do progresso

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Estruturas da Praça Diogo Moya é demolida para dar lugar a nova rotatória
Folha Portal/Ely Damasceno
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

     A Praça Diogo Moya criada, na gestão do ex-prefeito Gervásio Fernandes (1959/1963) em comemoração ao dia de aniversário de Ibiporã e reeditada  em linhas de moderna arquitetura na gestão de Reinaldo Gomes Ribeirete (o Nado) já não existe mais. A homenagem a memória do pioneiro Diogo Moya Garcia dá lugar a mais rotatória na cidade vislumbrando a necessidade de dar fluidez e dinamismo ao trânsito. Mais um pedaço da história que se perde em nome do progresso. A velha árvore que hoje vemos ali foi plantada naquela ocasião, conta a historiadora Maria Lúcia Striquer Bisotto. 

 
     A praça, à exemplo de outras obras executadas por ex-prefeitos, desafetos políticos de José Maria todas ficaram fadadas ao abandono quando não utilizados como atos de provocação e desprezo, como assim o fez com o Centro de Eventos que levava o nome de Domingos Pires Gonçalves, pai do ex-vereador Toninho Kabeção (Antonio Carlos Cobo Pires) transformando o local de eventos municipais em depósito de lixo para reciclagem.    Posteriormente tornou-se estacionamento de veículos da educação até os dias de hoje.  Outro exemplo foi o Centro Poliesportivo Antonio Arrabaça Ribeirete, o Carecão onde por várias vezes o vereador João Odair Pelisson pedia poda do mato, manutenção e revitalização, obras estas executadas na gestão do ex-prefeito João Toledo Coloniezi.


     A praça Diogo Moya, por vezes sem iluminação, com os arcos de ferro enferrujados, sem água para os taxistas que ali faziam ponto, acabou. Assim também os problema dos reclames. Tudo foi resolvido com uma retroescavadeira em minutos. Acabou-se o ponto de ônibus, a carrocinha de cachorro quente e mais um pedaço de nossa história.  Vão restar apenas as imagens do que um dia foi memória, e o triste fim de uma homenagem. Vem aí, a rotatória, Diogo Moya?

Publicidade

Leia Também:

 

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!