website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024
laboratório
laboratório

Local

Estratégias para Construção à Prova de Fogo: Protegendo Vidas e Patrimônios

A segurança contra incêndios é um aspecto crucial no planejamento e na execução de quaisquer obras, seja residencial, comercial ou industrial.

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Estratégias para Construção à Prova de Fogo: Protegendo Vidas e Patrimônios
Divulgação/Daniele Quintes
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Adotar medidas preventivas durante a construção é fundamental para minimizar os riscos de um desastre, salvando vidas e protegendo o patrimônio. Este guia apresenta estratégias essenciais para tornar sua construção à prova de fogo, com foco em sete pilares: https://obras10.com.br/site

1. Projeto e Materiais:

    Projeto detalhado e aprovado: Inicie com um projeto arquitetônico e estrutural completo, elaborado por profissionais qualificados e aprovado pelos órgãos competentes. O projeto deve contemplar todas as medidas de segurança contra incêndio, incluindo compartimentação, saídas de emergência, sistemas de combate a incêndio e materiais resistentes ao fogo.

Publicidade

Leia Também:

   Materiais de construção adequados: Opte por materiais com alta resistência ao fogo, como concreto armado, alvenaria com blocos cerâmicos ou de concreto, gesso acartonado resistente ao fogo e telhas de concreto ou metálicas. Evite materiais inflamáveis como madeira em áreas críticas e utilize revestimentos com propriedades retardantes de chamas.

   Compartimentação eficiente: Divida a construção em compartimentos com paredes e portas corta-fogo, limitando a propagação do fogo e a formação de gases tóxicos. Dimensionamento adequado das áreas compartimentadas, de acordo com as normas de segurança, é fundamental.

   Sinalização clara e acessível: Instale placas de sinalização de segurança contra incêndio em locais estratégicos, indicando saídas de emergência, extintores, pontos de hidrantes e outras informações relevantes. Utilize cores e símbolos padronizados e visíveis em condições de baixa luminosidade.

2. Prevenção e Combate:

   Sistema de combate a incêndio eficaz: Implemente um sistema de combate a incêndio completo, incluindo detectores de fumaça, alarmes, sprinklers (chuveiros automáticos) e extintores de incêndio de tipos adequados aos riscos da edificação. Siga as normas e legislação local para a escolha, instalação e manutenção do sistema.

   Manutenção preventiva rigorosa: Realize manutenções preventivas regulares em todo o sistema de combate a incêndio, incluindo testes de funcionamento dos detectores, alarmes, sprinklers e extintores. Certifique-se de que os equipamentos estejam em boas condições e prontos para uso em caso de emergência.

   Plano de emergência e treinamento: Elabore um plano de emergência detalhado, definindo as ações a serem tomadas pelos ocupantes da edificação em caso de incêndio. Inclua rotas de fuga, pontos de encontro e procedimentos de evacuação. Treine os ocupantes regularmente sobre o plano de emergência e realize simulações de incêndio para garantir o conhecimento e a prática das medidas de segurança.

    Limpeza e organização: Mantenha a edificação limpa e organizada, livre de materiais combustíveis e entulhos que possam propagar um incêndio. Armazene produtos inflamáveis em áreas adequadas e ventiladas, com sinalização de segurança e controle de acesso.

4. Investimento em Segurança:

   Prioridade na segurança: Considere a segurança contra incêndio como um investimento fundamental na construção, não apenas como um custo adicional. Os benefícios de uma construção à prova de fogo incluem a proteção de vidas, a preservação do patrimônio e a redução de custos com seguros e reparos em caso de incêndio.

   Retorno do investimento: O investimento em medidas de segurança contra incêndio pode gerar um retorno significativo a longo prazo, através da redução de riscos, aumento da produtividade e valorização do imóvel.

    Sustentabilidade e responsabilidade social: A construção à prova de fogo contribui para a sustentabilidade do meio ambiente, minimizando os danos causados por incêndios e reduzindo o consumo de recursos na reconstrução. Além disso, demonstra responsabilidade social com a comunidade e com o bem-estar das pessoas.

5. Monitoramento e Melhoria Contínua:

   Monitoramento constante: Monitore o estado da edificação e dos sistemas de segurança contra incêndio de forma constante, identificando e corrigindo problemas preventivamente. Utilize ferramentas tecnológicas para auxiliar no monitoramento e na análise de dados.

   Melhoria contínua: Busque a melhoria contínua das medidas de segurança contra incêndio, implementando novas tecnologias, adaptando-se às mudanças nas normas e legislação e aprimorando os procedimentos de prevenção e combate a incêndio.

   Cultura de aprendizado: Promova uma cultura de aprendizado contínuo na área de segurança contra incêndio, incentivando a participação em cursos, workshops e eventos da área para manter os conhecimentos atualizados e as medidas de segurança sempre eficazes.

Ao seguir estas estratégias, você estará no caminho certo para construir uma edificação à prova de fogo, garantindo a segurança dos ocupantes, protegendo o patrimônio e contribuindo para um futuro mais seguro e sustentável.

FONTE/CRÉDITOS: Daniele Quintes/Colaboradora/Folha Portal
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!