website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024

Regional

Em 20 dias, bombeiros fazem mais de 850 salvamentos no litoral do Paraná; quatro pessoas morreram

Operação Verão do Corpo de Bombeiros não completou um mês sequer e números já se aproximam do registrado em toda a temporada passada no estado.

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Em 20 dias, bombeiros fazem mais de 850 salvamentos no litoral do Paraná; quatro pessoas morreram
Divulgação g1
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

    A temporada de verão no Paraná ainda está no começo e, em 20 dias, o Corpo de Bombeiros já fez 851 salvamentos no litoral. O número considera do dia 16 de dezembro de 2023 a 5 de janeiro de 2024. Nesse período, quatro pessoas morreram nas praias paranaenses. Os dados acendem um alerta para a corporação, que em toda a temporada passada, de 17 de dezembro de 2022 a 26 de fevereiro de 2023, realizou 1284 salvamentos. Nesse período houve 10 mortes no litoral do estado. 

    O tenente Adonis Bacuri, do Corpo de Bombeiros, explica que, no mar, os riscos são muito grandes e muitas vezes não são vistos pelos banhistas. Ele orienta que os adultos devem ficar a uma distância em que possam alcançar as crianças, e não monitorem apenas de longe, olhando, porque pode não dar tempo de prestar socorro se necessário. Além disso, a recomendação é não entrar na água após ingerir bebida alcóolica, que pode prejudicar os reflexos do banhista.

Veja dicas de primeiros socorros

Publicidade

Leia Também:

    A recomendação dos bombeiros é: ao notar alguém se afogando, os guarda-vidas devem ser chamados imediatamente para que a corporação tome as providências necessárias. Os bombeiros alertam que, se a pessoa resolve, sozinha, salvar a outra, também corre o risco de se afogar. 

  O Corpo de Bombeiros mantém em praias do Paraná bandeiras e placas que indicam se o local é seguro para banho. A recomendação é que os veranistas evitem áreas não monitoradas pela corporação. Os postos salva-vidas funcionam das 8h às 19h. Bandeiras ajudam banhistas a saber se local é seguro SESP-PR Aprenda a seguir o que cada cor de bandeira significa e medidas de prevenção contra afogamentos: Bandeira vermelha e amarela: significa que a área é protegida por guarda-vidas; Bandeira preta: significa que a área não é protegida por guarda-vidas; Bandeira verde: significa que o local é adequado para banho e tem baixo risco de afogamentos e incidentes; Bandeira amarela: significa que o local tem risco médio de afogamentos e incidentes. Indica que há presença de ondas, correntes e outros fatores de risco. Significa que a área é contraindicada para nadadores inexperientes e que nadadores experientes devem ter cuidado; Bandeira vermelha: significa que o local tem risco alto de afogamentos e incidentes. Indica que há ondas, correntes e outros fatores de perigo. Significa que a área é contraindicada para todos os nadadores. Banhistas devem ter grande atenção e cuidado; Bandeira dupla vermelha: indica que a área está interditada para banho. 

FONTE/CRÉDITOS: g1PR
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!