website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024
laboratório
laboratório

Local

Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado na próxima sexta-feira, dia 14 de junho

Dra. Carolina Sacca destaca importância da concientização da população em doar para "salvar vidas"

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado na próxima sexta-feira, dia 14 de junho
Folha Portal/Arquivo
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

      A escassez de hemoderivados do sangue nos hospitais, especialmente os públicos como é o caso do Hospital Universitário de Londrina, é sempre tema de preocupação dos profissionais que militam na área de saúde, como é o caso de Dra. Carolina Sacca, responsável pelo Laboratório de Análises Clínicas Carlos Chagas,  em Ibiporã.  A profissional em bio-farmácia destaca que a falta de sangue é tema que deveria ser discorrido com frequência junto à população, especialmente pelos órgãos públicos na promoção de campanhas que viessem a contribuir com soluções para o problema que aflige os hospitais e os bancos de sangue.

     A Dra. Carolina, chama atenção para o Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 junho, sexta-feira próximo e destaca como data importante a ser observada e que merece atenção especial das campanhas em prol de doações voluntárias de sangue.  A profissional de saúde destaca que instituições como o IHEL (Instituto de Hematologia de Londrina) é uma empresa de assistência hospitalar que atende Londrina e mais 77 municípios de toda região. É um dos locais onde os voluntários podem fazer sua contribuição ajudando a "salvar vidas".

Publicidade

Leia Também:

    "Se a população se conscientizasse da importância deste ato, não haveria escassez do material, ou buscas constantes nas filas de visitas em  hospitais, ou mesmo ações em empresas privadas, corpo de bombeiros e tiro de guerra", cita como exemplos.  Dra. Carolina destaca que o serviço de saúde municipal, deveria promover esta semana uma campanha de doação de sangue no município, ou mesmo disponibilizando um veículo em data e horário agendados para levar doadores voluntários até o IHEL. "Seria uma forma dos cidadãos de Ibiporã contribuir com a nobre ação de "salvar vidas", sugeriu. Outra opção seria uma campanha para trazer o ônibus de coleta até o município.

   “Com a chegada do frio, é comum observarmos uma redução nos estoques de bancos de sangue dado ao fato da baixa procura da população voluntária para doação de sangue. Por isso, acho que é importante o gestor municipal através de sua secretaria de saúde reforçar de maneira contínua a importância da doação, um ato único e indispensável para salvar vidas”, observa a doutora.

     Ela destaca que nesta época do ano, entre junho e agosto os estoques de sangue vão abaixo do normal.  Sempre acompanhando os índices nos bancos de sangue revela que o nível do tipo O positivo está em 42% e o O negativo em 32% das bolsas necessárias, enquanto os tipos sanguíneos A, B e AB, os mais comuns tendem a permanecem estáveis.

   “Doar sangue é um ato de amor, de solidariedade e de humanidade. Iniciativas como essas são muito bem-vindas. Cada pessoa que doa, pode salvar até quatro vidas. Uma campanha do município neste sentido tenho certeza, vai fazer essa mensagem chegar para mais pessoas e assim ajudar a muitos", observou a profissional de saúde que defende a implantação de uma cultura de doação regular. 

SERVIÇO:

Vale lembrar que para tornar-se um voluntário é necessário ter entre 16 e 69 anos completos. É exigida a autorização e presença do responsável legal para que menores possam ser doadores. O doador deve pesar no mínimo 51 quilos, estar descansado, alimentado e hidratado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação) e apresentar um documento oficial com foto (carteiras de identidade, do conselho profissional ou de trabalho, passaporte ou CNH).  Homens podem doar sangue a cada dois meses, quatro vezes ao ano, e as mulheres a cada três meses, numa máxima de três doações ao ano.

  • Banco de sangue: IHEL – Instituto de Hematologia de Londrina
  • Horário de funcionamento:
    • De segunda a sexta-feira das 8h às 17h30
  • Endereço: R. Sen. Souza Naves, 667 – Centro, Londrina – PR, 86010-160
  • Telefone: (43) 3374-7800
FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/Ely Damasceno
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!