website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024

Policial

Dentista denunciado por tentativa de feminicídio vai responder em liberdade, decide Justiça

Lucas Caetano Uetanabaro é suspeito de agredir por horas e manter a esposa Tatiana Bardini em cárcere privado. Suspeito foi preso em flagrante

Hatsue Kajihara
Por Hatsue Kajihara
Dentista denunciado por tentativa de feminicídio vai responder em liberdade, decide Justiça
Reprodução/RPC
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

     O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) concedeu, na segunda-feira (29), um habeas corpus ao cirurgião dentista Lucas Caetano Uetanabaro, de 42 anos, denunciado por agredir, tentar matar e manter em cárcere privado a esposa Tatiana Bardini, de 40 anos. O caso aconteceu no início de janeiro no bairro Mossunguê, em Curitiba. Na época, após o crime, Tatiana publicou vídeos relatando a violência que sofreu. 

   Lucas foi preso em flagrante no início de janeiro e denunciado pelo Ministério Público (MP-PR) por homicídio com quatro qualificadoras: feminicídio, motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. No pedido de habeas corpus, a defesa do dentista alegou que a prisão não tinha fundamentos legais, tese que o desembargador da 1ª Câmara Criminal, Miguel Kfouri Neto, concordou e concedeu a liminar.

   Em nota, a defesa de Lucas disse que a decisão foi "assertiva e está em consonância com os precedentes dos Tribunais Superiores".  Segundo a Polícia Civil, as agressões começaram na madrugada do dia 4 de janeiro e perduraram até a tarde do dia 5. De acordo com a Polícia Militar (PM-PR), as agressões de Lucas contra Tatiana só pararam após a chegada dos militares. No local, a vítima foi encontrada com diversos hematomas no corpo e precisou de atendimento médico.

Publicidade

Leia Também:

   Quem acionou a polícia foi a irmã da vítima. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, na casa havia muita bagunça e móveis revirados. Violência contra mulher: Veja os canais de denúncia disponíveis no Paraná De acordo com testemunhas, Tatiana e Lucas tinham vivido juntos por cerca de seis anos. Eles se separaram, mas tentavam reatar o relacionamento. Na mesma semana das agressões, a vítima prestou depoimento na Casa da Mulher Brasileira. Segundo a delegada Fernanda Moretzsohn, as agressões foram motivadas por ciúme. 

FONTE/CRÉDITOS: g1PR/Hatsue Kajihara
Comentários:
Hatsue Kajihara

Publicado por:

Hatsue Kajihara

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!