website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024
laboratório
laboratório

Local

Criançada aguarda com ansiedade chegada de Papai Noel em Ibiporã

Contratempos em função da meteorologia, alteraram calendário de eventos natalinos

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Criançada aguarda com ansiedade chegada de Papai Noel em Ibiporã
Folha Portal/Ely Damasceno
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

     A abertura do “Natal de Paz e Luz de Ibiporã” que tradicionalmente conta com a chegada de Papai Noel,  este ano por conta do clima, teve alteração na sua programação. Até mesmo o show musical de abertura com apresentação da “Familia Lima” precisou ser adiado. Por outro lado, há uma vantagem uma vez que a maioria do público que compareceu à Praça Pio XII foram de adolescentes e adultos que já não se encantam mais com a chegada de Papai Noel. 
    Agora é a vez dos baixinhos, e no próximo domingo ninguém vai roubar a cena na chegada do bom velhinho e a Praça Pio XII deverá ficar pequena para a criançada que aguarda com ansiedade a chegada do Papai Noel e as surpresas que estão sendo preparadas para o evento.
      Preparando-se há quase seis meses, o judoka, vereador e servidor municipal, Augusto Semprebom vive a expectativa de voltar a encarnar o bom velhinho no mais autêntico Papai Noel que já passou por essas bandas. Com porte atlético que a prática do Judô lhe confere, dispensa preenchimento de fantasia e adereços como barba postiça. Ao estilo “natural e fashion”, como pede a moda moderna, Semprebom já está pronto para reviver emoções muito diferentes daquelas vividas nos tatâmes, e nos pódiuns coroados por troféus e medalhas.

   O desafio em alguns casos é maior, onde a emoção vai além de ficar posando de modelo com crianças e ouvindo seus pedidos.  Também não é como ir rotineiramente até seu local de trabalho no comando de máquinas pesadas onde passa desapercebido pelos próprios colegas.
     O cenário é outro e as motivações são diferentes. Lá no trono vermelho em meio ao clima criado pela magia do Natal, ele é procurado por olhos curiosos, coraçõezinhos palpitantes, e emoções à for da pele. E agora, o desafio. Atrás da barba natural este ano mais comprida, da roupa vermelha, o atleta profissional se deixa levar pela emoção de conquistar todos os pequenos com um enorme coração.

Publicidade

Leia Também:

   E nem sempre essa tarefa é fácil… Alguns simplesmente não acreditam mais no espírito do Natal e estão ali apenas porque seus pais querem.       Outros parecem estar sonhando acordados. Já aqueles mais birrentos por natureza nem sempre pedem, mas exigem do bom velhinho um presente que as vezes nem sempre chega como sonham. Sem falar naqueles que possuem algum tipo de limitação e, certamente é o que mais o comove e lhe impele a continuar em frente com sua proposta. Cada caso é um caso, cada criança uma pérola, e cada sorriso ou abraço recebido de um destes, uma satisfação sem preço.


    Assim é o Papai Noel, assim é o autêntico cidadão Augusto Semprebom em mais um desafio. Como chegará o “bom velhinho” será surpresa.        Mas será recepcionado por centenas de crianças no palco principal montado na Praça Pio XII em mais um espetáculo que, independente de qualquer coisa, vale a pena assistir. É uma jornada emocionante guiada por personagens e atrações que este ano ganha contornos e adornos mais bonitos que o ano passado.

   A gigantesca árvore de natal  na rotatória central, exigiu árduo trabalho e um guindaste para sua montagem num dia de calor histórico. O cenário está pronto e o grande dia vem aí e até mesmo nós os adultos, reviveremos uma verdadeira de recordações e memórias de um tempo em que apesar de tudo ser mais simples, não deixamos de viver a essência do Natal.


     O “Natal de Paz e Luz de Ibiporã” é um autêntico e especial encontro de todos os Natais em família. Uma celebração às memórias que contagiam a todos com magia, interatividade e decoração que encanta desde as crianças até aos adultos. O  bom velhinho terá seu lugar de destaque, e seus troféus e medalhas, virão em forma de muito carinho e milhares de clicks e selfies ao seu lado. A magia especial fica por conta do elemento humano, mais uma vez, travestido de Papai Noel para alegria dos pequenos.

FONTE/CRÉDITOS: Ely Damasceno
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!