website page view counter

Folha Regional Online

Domingo, 2 de Junho de 2024

Local

Coleta de lixo e varrição é tema de "desabafo" de vereadores na Câmara Municipal

Após vereadores da base, "rasgarem o verbo" na sessão, prefeito convoca reunião de emergência

Ely Damasceno
Por Ely Damasceno
Coleta de lixo e varrição é tema de
PlayTV/Arquivo CMI
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

    Demorou para acontecer. Insustentável, a má qualidade dos serviços que vem sendo prestados no serviço de varrição pela DBR e a coleta de lixo pela Costa Oeste levou vereadores da base de apoio ao prefeito na Câmara Municipal, rasgarem, o verbo, e por a boca no trombone.                   Vereadores alegaram que não aguentam mais serem cobrados pela população pelas "falhas" que vem ocorrendo por vários bairros da cidade e até na área central dado ao "pouco caso" que as empresas respondem aos reclames. A falta de providências também é atribuída a direção do Samae que não obstante as denúncias, não toma nenhuma inciativa. Ao final da sessão, o prefeito José Maria convocou uma reunião com todos os vereadores no gabinete. O assunto ficou em sigilo, mas dá para imaginar o que rolou. O responsável por grande parte dessa lambança é sobrinho do prefeito e primo da vice prefeita. Será que a atitude dos vereadores feriu algum ego?

     Diante dos fatos, o Augusto Semprebom está fazendo uma convocação para representantes da Costa Oeste, DBR, Samae e os fiscais de contrato compareçam a sessão da Câmara em 15 dias para dar satisfações a população sobre o que está acontecendo.  "Todos os dias a agente recebe reclamação, seja da coleta de lixo seja da varrição. Está uma pouca vergonha. Na minha casa, ficaram até quatro semanas sem retirar o lixo porque eu moro numa rua sem saída.  Um gari teve a capacidade de entrar no corredor de minha casa e ameaçar a minha esposa. E há reclames de ameaças em outras residências. Eles vem recolhendo o lixo do início da rua para o final. Quando chega nas últimas casas já estão com as mãos cheias. Voltam para trás e deixam o lixo na esquina porque o caminhão não entra de ré. E vão embora.  Então duas ou três casas do final da rua estão ficando sem coleta.  Nós pagamos também o IPTU e a coleta de lixo...(que não é barato...) então eu quero uma explicação porque se essa empresa não está dando conta, que seja multada, que retirem a concessão e mandem ela ir catar lixo onde quiser, menos aqui em Ibiporã", disse Semprebom.  "A varrição de rua também é uma vergonha. A maioria dos bueiros que estão entupidos é porque é porque os varredores estão jogando as folhas dentro do bueiro e quando não jogam dentro, deixam em cima dele. O Hospital Cristo Rei foi inundado por conta de um bueiro próximo estar entupido por conta disso. Na minha rua, o lixo orgânico deixaram de pegar na segunda feira mais uma vez. E temos o lixo de final de semana, sexta, sábado e domingo. Se não recolhem na segunda, só vão recolher na quarta feira. Até lá já estão cheios de bigatos. Então não dá! Onde vou tem reclamação das duas empresas. Se não tem estrutura para fazer, pede para sair e vai embora", desabafou.

Publicidade

Leia Também:

    O vereador Ilseu Zapelini seguiu na mesma linha do colega. "Realmente hoje não deu para deixar de falar sobre o problema sério da varrição e da coleta de lixo", iniciou sua fala.  Zapelini destacou não concordar com a atitude dos garis aos finais de ano, interpelarem os contribuintes pedindo dinheiro pela proximidade do natal. "É uma vergonha isso que está acontecendo porque eles recebem pelo serviço. Passei isso para o diretor do Samae e ele não fez nada. Uma vergonha", observou.  Em relação a coleta de lixo, o vereador destacou: "Tem lixo para todo lado da cidade. Todo dia são de quinze a vinte ruas sem passar. Muita gente descontente de reclamações diariamente. Não está coletando adequadamente deixando ruas sem coletar até por cinco ou seis dias promovendo transtornos além do mau cheio e a questão da dengue. Cães rasgam os sacos de lixo que ficam espalhados a acabam indo para as bocas de lobo entupindo as galerias. Desde o final do ano passado problemas com a Costa Oeste e temos que cobrar do Samae uma resposta porque o lixo é cobrado da população e não é barato. Pelo contrário teve aumento na tarifa", relatou.

   Zapelini destaca que anteriormente a Kurica Ambiental fazia um bom trabalho e que o trabalho da Costa Oeste não é fiscalizado como deveria. O vereador destaca que já cobrou o Samae e o diretor não toma providências. "Estamos no final do contrato com a Costa Oeste e não está bom. Espero que a prefeitura não faça como a DBR que não obstante as cinco denúncias, o prefeito sai de férias e a continuidade do contrato é renovado. Gente, está feio, vencendo o contrato eu quero ver o que vai acontecer de novo. Vão renovar? A prefeitura de Ibiporã paga bem, mas o serviço prestado deixa muito a desejar e não agrada nenhum ibiporanense", disse.

    O vereador diz que já apresentou denúncia, com filme que mostra comerciante varrendo lixo para dentro de bueiro e o responsável, (no Samae) não teve coragem de fazer nada. "Porque tem medo de acontecer alguma coisa...tem medo de ir lá falar com o cara...então porque é que está no cargo se não pode executar. Então tem coisas que estão se tornando, insuportáveis", finalizou.

 

FONTE/CRÉDITOS: Folha Portal/TV Câmara/J.Campos Notícias.
Comentários:
Ely Damasceno

Publicado por:

Ely Damasceno

Bacharel em Teologia Theological University of Massachussets USA 1984/1990. Jornalismo pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Repórter Gaz.Esportiva, Diários Associados, Estadão/SP, Jornais Dayle Post, em Boston-USA e Int.Press Hyogo-Japão

Saiba Mais
laboratório
laboratório

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!